Artigos do Autor

2 resultado(s) para: Diogo de Azevedo Miranda

Avaliação da microdureza knoop de cimentos resinosos fotoativados por diferentes modulações

Evaluation of the Knoop Microhardness of Resin Cements Photoactivated by Different Modulations

Laura Firmo de Carvalho; Gabriela do Nascimento Sundqvist; Diogo de Azevedo Miranda

Rev Bras Cien Med Saúde.2017;5(5):1-5 : Artigos Originais

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH
INTRODUÇÃO: Com a inovação de técnicas e evolução dos materiais odontológicos, a indicação clínica das cerâmicas de baixa espessura pode ser feita com maior previsibilidade e confiança. Atualmente, cerâmicas de alta resistência tem sido confeccionadas com espessuras entre 0,3 e 0,5 mm, que são chamados de laminados cerâmicos ou lentes de contatos dentais. OBJETIVO: Avaliar a microdureza knoop da superfície de topo de dois cimentos resinosos: NX3 Light Cure(Kerr) e RelyX Veneer (3M ESPE), utilizados para a cimentação de lentes de contato, polimerizados por dois diferentes métodos de fotoativação.(High e soft) MÉTODO: Foi confeccionado um disco (0,3mm de espessura e 8 mm de diâmetro) de cerâmica IPS Empress e-max na cor B1. Sobre uma placa de vidro, foi colocada uma tira de poliéster e, em seguida, foi posicionada uma matriz cilíndrica de teflon com 6mm de diâmetro e 1mm de espessura, obtendo 40 corpos de prova (n=10). RESULTADOS: Independente do modo de fotoativação testado, o cimento Relyx Venner apresentou valores de microdureza significativamente maiores em relação ao cimento NX3. Outro resultado apresentado é que independente do cimento resinoso testado, o modo de fotoativação High obteve valores maiores em relação ao modo Soft. Em todas as análises foi considerado o nível de significância de 5%. CONCLUSÃO: Independente do modo de fotoativação testado, o cimento RelyX Venner apresentou valores de microdureza significativamente maiores em relação ao cimento NX3. Além disso, independente do cimento resinoso testado, o modo de fotoativação High obteve valores de microdureza maiores em relação ao modo Soft-Start.

Avaliação da Microdureza Knoop nas Superfícies de Base e Topo de Resinas Bulkfill

Evaluation of Knoop Microhardness on Bottom and Top Surfaces of Bulk Fill Resins

Diogo de Azevedo Miranda; Lair Felipe Faria Frederico; João Marcos Barros Valente; Tarcísio dos Santos José

Rev Bras Cien Med Saúde.2018;6(6): : Artigos Originais

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH
INTRODUÇÃO: Anteriormente acreditava-se que incrementos de até 2mm de espessura eram ideais para serem inseridos em cavidades sem que pudessem causar alterações nas propriedades físico-mecânicas do material. Na controversa desses resultados, surgiram no mercado as resinas "BULK FILL" que, segundo os fabricantes, podem ser inseridas em incrementos únicos de até 5mm. OBJETIVOS: avaliar a microdureza Knopp das superfícies de base e topo de duas resinas bulkfill, após a fotoativação com o aparelho Radii-Cal (SDI). MÉTODOS: Foram confeccionados 20 corpos de prova (n=10) de acordo com a marca de cada resina. Depois de inseridos em matriz e fotoativados, foram removidos e armazenados secos em recipientes escuros, mantidos em temperatura ambiente e, em seguida, realizado o teste de microdureza. Cinco endentações em cada superfície de topo e cinco em cada superfície de base foram realizadas em cada a mostra: uma central e as outras quatro na distância de, aproximadamente, 200µm da localização central, sob carga de 0,5kg por 10 segundos. RESULTADOS: Houve interação e diferença estatística entre as variáveis (superfícies testadas -topo e base e resinas compostas) (p=0,02). Pelos resultados encontrados, nota-se que, independente da superfície testada (superfície de topo ou de base), a resina Filtek TM Bulk Fill (3M, USA) apresentou valores de microdureza significativamente maiores em relação a resina Sonic Fill (Kerr, USA). Outro resultado apresentado nesta tabela é que independente da resina composta testado, a superfície de topo obteve valores de microdureza estatisticamente superiores aos valores encontrados na superfície de base. CONCLUSÃO: O resina Filtek Bulk Fill (3M, USA) apresentou melhores resultados de microdureza,independente da superfície avaliada, em relação a resina Sonic Fill (Kerr, USA). É que a efetividade da polimerização na base apresentou menores resultados que os encontrados no topo independente da amostra.

Logo GN1