Número: 6.6 - 5 Artigo(s)

Artigos Originais

Nível de satisfação de parturientes assistidas por equipe de fisioterapia

Level of Satisfaction of Parturients Assisted by Physiotherapy Team

Patrícia Cardoso Clemente; Débora de Paula Rodrigues; Giulia Duarte Lougon Borges Mattos e Albuquerque; Mayara Jesus de Oliveira Lopes; Nathalia de Souza Abreu Freire

Rev Bras Cien Med Saúde. 2018;6(6):

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH

INTRODUÇÃO: A assistência fisioterapêutica durante o trabalho de parto pode reduzir o quadro álgico e o tempo de força expulsiva, além de favorecer o relaxamento. OBJETIVO: Identificar o nível de satisfação das parturientes assistidas por equipe de fisioterapia. MÉTODOS: Ensaio clínico de braço único, prospectivo e transversal. Participaram 20 parturientes alfabetizadas, idade superior a 18 anos, na fase ativa de trabalho de parto. Os procedimentos de pesquisa incluíram abordagem inicial com avaliação da sensação dolorosa, assistência fisioterapêutica e avaliação da assistência recebida por meio de instrumento próprio. RESULTADOS: O perfil sociodemográfico apontou média de idade 24 ± 6 anos, reduzida escolaridade e renda familiar. A média de respostas "concordo" foi de 4 ± 3% (variando de 0 a 10%) e 96 ± 3% (variando de 90 a 100%) para "concordo totalmente". CONCLUSÃO: A assistência fisioterapêutica foi considerada satisfatória pelas parturientes atendidas.


Palavras-chave: Modalidades de Fisioterapia; Trabalho de Parto; Parto Normal; Dor do Parto; Parto Humanizado.

Avaliação do nível de conhecimento e atitude de jovens com Diabetes Mellitus Tipo 1

Evaluation of the Level of Knowledge and Attitude of Young People with Diabetes Mellitus Type 1

Rafael Pinto Palma; Gustavo de Carvalho Chaves; Márcio Valério Gomes Júnior; Natália Nolasco Segheto; Ana Paula Ferreira

Rev Bras Cien Med Saúde. 2018;6(6):

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH

INTRODUÇÃO: O diabetes mellitus tipo 1 (DM1) pode ser caracterizado como um transtorno metabólico resultante da ausência de secreção de insulina. OBJETIVOS: a) verificar o nível de conhecimento e atitude de jovens com dm1 em relação à doença; b) correlacionar estes escores com as taxas de hemoglobina glicada (hba1c). MÉTODOS: Trata-se de um estudo de natureza descritiva, do tipo transversal, que avaliou 19 indivíduos de ambos os sexos, sendo incluídos aqueles com idade entre 18 e 30 anos, com diagnóstico prévio de DM1 confirmado em exames laboratoriais e que possuíam dados referentes à hba1c realizada até três meses antes da avaliação. Todos os indivíduos foram submetidos a anamnese clínica detalhada e em seguida responderam aos questionários ATT-19 (attitude questionnaire) e DKN-A (diabetes knowledge questionnaire). RESULTADOS: Os 19 indivíduos com DM1, 72,2% do sexo feminino, apresentaram média de idade de 24,2 ± 4 anos (média ± desvio padrão, amplitude de 18 a 30 anos), tempo médio de exposição à doença de 11,2 ± 6 anos (média ± desvio padrão) e valores médios de HbA1C de 8,8 ± 2,7 (média ± desvio padrão). as médias dos escores dos questionários ATT-19 e DKN-A foram respectivamente 43,7 ± 11,9; 11 ± 6 (média ± desvio padrão) e a correlação entre o nível de conhecimento avaliado pelo DKN-A e o controle metabólico obtido através do resultado da última HbA1C, foi desprezível r= 0,03, p= 0,88, bem como a correlação entre o nível de atitude avaliada pelo ATT-19 e o controle metabólico r= 0,15, p= 0,55. CONCLUSÃO: Verificamos que indivíduos jovens com DM1 apresentaram escores insatisfatórios de conhecimento e atitude em relação ao DM1, não havendo ainda correlação entre tais achados e controle metabólico.


Palavras-chave: Diabetes mellitus tipo 1; Atitude frente à saúde; Conhecimento.

Avaliação da contaminação extrínseca de sabonete líquido utilizado para lavagem das mãos em um hospital filantrópico

Evaluation of extrinsic contamination of liquid soap used for handwashing in a philanthropic hospital

Elisa Alves Cunha; Juliana Alves Vargas; Leandro Oliveira de Morais; Patrícia Guedes Garcia

Rev Bras Cien Med Saúde. 2018;6(6):1-5

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH

INTRODUÇÃO: As Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde representam um problema de saúde pública, e são causadas por diversos microrganismos. Como forma de prevenção a de higienizar das mãos se mostra como uma grande medida, porém os sabonetes e anti-sépticos utilizados durante esse processo podem ser um importante veículo de contaminação, que pode ocorrer durante o processo de fabricação ou durante seu uso. OBJETIVO: Avaliar a contaminação extrínseca por bactérias patogênicas de sabonetes líquidos utilizados por profissionais de saúde em um hospital filantrópico. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram coletadas 64 amostras, 32 pushs de dispensação do sabonete, através de Swabs estéreis e 32 sabonetes líquidos. As amostras foram inoculadas em caldo BHI, incubadas por 24/48 horas, em estufa de aerobiose, à 35ºC. Foram repicadas em Ágar MacConkey e Ágar Sangue e incubadas por 24/48 horas, em aerobiose, a 35º ± 1ºC. As colônias presentes nos meios de cultura foram identificadas por provas bioquímicas e fisiológicas e submetidas ao teste de sensibilidade aos antimicrobianos. RESULTADOS: Das 64 amostras coletadas, em 25 (39,06%) houve crescimento de bactérias, sendo 14 (21,87%) pushs de dispensação e 11 (17,19%) em sabonetes, 28 cepas foram identificadas com prevalência de 12 cepas (42,85%) de Acinetobacter spp, 4 (14,28%) de Enterobacter cloacae, 3 (10,72%) de Klebsiella oxytoca, 3 (10,72%) de Pantoea spp., 3 (10,72%) de Pseudomonas spp., 2 (7,14%) de Escherichia coli, e 1 (3,57%) de Klebsiella pneumoniae. CONCLUSÃO: Houve contaminação extrínseca dos sabonetes líquidos por bactérias patogênicas.


Palavras-chave: Higienização das mãos, Sabões, Contaminação, Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde.

Avaliação da Microdureza Knoop nas Superfícies de Base e Topo de Resinas Bulkfill

Evaluation of Knoop Microhardness on Bottom and Top Surfaces of Bulk Fill Resins

Diogo de Azevedo Miranda; Lair Felipe Faria Frederico; João Marcos Barros Valente; Tarcísio dos Santos José

Rev Bras Cien Med Saúde. 2018;6(6):

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH

INTRODUÇÃO: Anteriormente acreditava-se que incrementos de até 2mm de espessura eram ideais para serem inseridos em cavidades sem que pudessem causar alterações nas propriedades físico-mecânicas do material. Na controversa desses resultados, surgiram no mercado as resinas "BULK FILL" que, segundo os fabricantes, podem ser inseridas em incrementos únicos de até 5mm. OBJETIVOS: avaliar a microdureza Knopp das superfícies de base e topo de duas resinas bulkfill, após a fotoativação com o aparelho Radii-Cal (SDI). MÉTODOS: Foram confeccionados 20 corpos de prova (n=10) de acordo com a marca de cada resina. Depois de inseridos em matriz e fotoativados, foram removidos e armazenados secos em recipientes escuros, mantidos em temperatura ambiente e, em seguida, realizado o teste de microdureza. Cinco endentações em cada superfície de topo e cinco em cada superfície de base foram realizadas em cada a mostra: uma central e as outras quatro na distância de, aproximadamente, 200µm da localização central, sob carga de 0,5kg por 10 segundos. RESULTADOS: Houve interação e diferença estatística entre as variáveis (superfícies testadas -topo e base e resinas compostas) (p=0,02). Pelos resultados encontrados, nota-se que, independente da superfície testada (superfície de topo ou de base), a resina Filtek TM Bulk Fill (3M, USA) apresentou valores de microdureza significativamente maiores em relação a resina Sonic Fill (Kerr, USA). Outro resultado apresentado nesta tabela é que independente da resina composta testado, a superfície de topo obteve valores de microdureza estatisticamente superiores aos valores encontrados na superfície de base. CONCLUSÃO: O resina Filtek Bulk Fill (3M, USA) apresentou melhores resultados de microdureza,independente da superfície avaliada, em relação a resina Sonic Fill (Kerr, USA). É que a efetividade da polimerização na base apresentou menores resultados que os encontrados no topo independente da amostra.


Palavras-chave: Resinas Compostas; Polimerização; Testes Laboratoriais.

Artigos de Revisão

Prevalência de Infecções por Neisseria Gonorrhoeae em Gestantes: Uma Revisão Sistemática

Prevalence of Neisseria Gonorrhoae Infections in Pregnant Women: A Systematic Review

Camila Aparecida Coelho Rodrigues; Laryssa de Oliveira; Patrícia Guedes Garcia

Rev Bras Cien Med Saúde. 2018;6(6):

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH

INTRODUÇÃO: As mulheres gravidas constituem um importante grupo de risco para infecções genitais por Neisseria gonorrhoeae. Embora a maioria das infecções sejam assintomáticas podem causar graves sequelas reprodutivas nas mulheres, constituindo um sério problema de saúde pública mundialmente. OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi identificar por meio de uma revisão sistemática a prevalência da infecção por Neisseria gonorrhoeae em gestantes. MÉTODOS: Realizou-se uma revisão sistemática tendo como referência a base de dados MEDLINE (National Library of Medicine) onde a estratégia de busca utilizou as seguintes palavras-chave: (Gonorrhea OR "Neisseria gonorrhoeae Infection" OR "Infection Neisseria gonorrhoeae" OR "Infections Neisseria gonorrhoeae" OR "Neisseria gonorrhoeae Infections") AND Prevalence AND Pregnancy. RESULTADOS: Os estudos analisados envolveram mulheres grávidas em acompanhamento pré-natal de diversos países sendo possível verificar taxas de prevalências altas em estudos envolvendo Papua Nova Guiné onde as taxas de infecção chegaram à 14,2%. Este estudo apontou que a prevalência de Neisseria gonorrhoeae é maior entre as mulheres negra com idade igual ou inferior a 25 anos e está diretamente relacionada a fatores sociodemográficos, educacionais, culturais e a desigualdade entre homens e mulheres. CONCLUSÃO: Há necessidade de implantação de medidas para identificação e prevenção de N. gonorrhoeae durante a gestação assim como mudanças culturais e estruturais para que possa haver igualdade de direito entre homens e mulheres.


Palavras-chave: Higienização das mãos, Sabões, Contaminação, Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde.

Logo GN1