Número: 4.4 - 3 Artigo(s)

Artigos Originais

Acupuntura no tratamento da infecção urinária recorrente: uma revisão sistemática

Acupuncture in the Treatment of Recurrent Urinary Tract infection: systematic review

Patrícia Cardoso Clemente

. 2016;4(4):1-6

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH

OBJETIVO. Determinar por meio de uma revisão sistematizada o padrão energético da infecção do trato urinário inferior e o efeito da acupuntura no tratamento profilático de infecções urinárias recorrentes. METODOLOGIA. Foram analisados estudos publicados originalmente na língua inglesa tendo como referência as bases de dados da PUBMED e literatura base da Medicina Tradicional Chinesa. Os desfechos selecionados foram: acupuntura, infecção urinária recorrente. RESULTADOS. Foram identificados inicialmente 796 estudos envolvendo tratamento de infecção urinária recorrente. Após submeter aos critérios de inclusão e não inclusão, permaneceram 3 ensaios clínicos. CONCLUSÃO. Os estudos encontrados mostram uma eficácia da acupuntura no tratamento das infecções urinárias recorrentes no trato urinário feminino. Os padrões encontrados foram Calor umidade na bexiga causada por: Deficiência (Xu) de Qi e Yang do Baço;Deficiência (Xu) de Qi e Yang do Rim e Estagnação de Qi do Fígado . Destaca a necessidade de novas pesquisas no tema.


Palavras-chave: Acupuntura, infecção urinária recorrente, prevenção e controle.

Nó verdadeiro de cordão umbilical em parto vaginal: relato de caso

True Umbilical Cord Knot in Vaginal Delivery: Case Report

Fabiana Ottoni Batista; Priscilla Strucchi; Bernardo de Paula Acar; Lays Stefanie Silva Abreu; Vanessa Vaz de Mello Larivoir; Plínio Santos Ramos

. 2016;4(4):1-3

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH

O entrelaçamento de cordão umbilical é uma condição rara, porém está relacionado a elevada morbidade e mortalidade fetal. Há poucas evidências na literatura que versam sobre o tema. Neste artigo, descrevemos um caso de nó de cordão umbilical e os aspectos relacionados em parto vaginal por meio de uma breve revisão de literatura.


Palavras-chave: Obstetrícia; Cordão Umbilical; Recém-Nascido

Respostas cardiovasculares agudas à uma sessão de auriculoterapia em indivíduos normotensos

Acute Cardiovascular Response to a Session of Auriculotherapy in Normotensive Individuals

Ana Paula Ferreira; Thiago Casali Rocha; Antonio Fernandes Ervilha Neto; Karine Lara da Silva Rodrigues; Laís Barretto Aleixo; Plinio dos Santos Ramos

. 2016;4(4):1-9

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH

INTRODUÇÃO. A Auriculoterapia é um tratamento baseado na Medicina Tradicional Chinesa, para normalização e equilíbrio do organismo através de estimulação da orelha. OBJETIVOS. Avaliar a modulação do sistema nervoso autônomo e as repercussões fisiológicas decorrentes à uma sessão aguda de auriculoterapia. MÉTODOS. Trata-se de um estudo de natureza quase - experimental, do tipo ensaio clínico controlado, que avaliou as respostas cardiovasculares com o T4s e VFC antes e imediatamente após uma sessão de auriculoterapia, em 10 indivíduos adultos jovens normotensos do sexo masculino, com amplitude de idade entre 18 e 24 anos. RESULTADOS. Não houve diferenças significativas em relação as variáveis relacionadas ao controle autonômico cardíaco representadas pela VFC nos domínios do tempo e frequência antes e após a auriculoterapia (p>0,05). A FC mensurada antes e após a avaliação, também não apresentou diferenças significativas entre os dois momentos (p>0,05). Houve redução significativa da PAS após aplicação da auriculoterapia de forma aguda nos voluntários (p=0,03). CONCLUSÃO. Mediante o exposto, nossos achados sugerem uma possível contribuição da técnica na redução da PAS, demonstrando também que houve um comportamento de redução da FC, sendo importante verificar um maior tempo de estimulação dos pontos auriculares, para analisar o seu efeito sobre os ramos simpáticos e parassimpáticos. Portanto, são necessários mais estudos para determinar a contribuição da auriculoterapia para tratamentos cardiovasculares.


Palavras-chave: auriculoterapia; variabilidade da frequência cardíaca, teste de 4 segundos.

Logo GN1