Artigos do Autor

8 resultado(s) para: Patrícia Guedes Garcia

Sífilis: Uma Epidemia Tratável

Syphilis: A Treatable Epidemic

Alice Ribeiro e Carvalho; Patrícia Guedes Garcia

.2019;7(7):1-6 : Artigos Originais

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH
INTRODUÇÃO: A sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST), causada pela bactéria Treponema pallidum através de relação sexual desprotegida e também no momento do parto.
Objetivo: Verificar os índices comparativos do aumento de casos de sífilis no município de Juiz de Fora - MG e Brasil.
MÉTODOS. Foram analisados os mais relevantes estudos nas bases de dados: Boletim Epidemiológico Mineiro (BEM), Boletim Epidemiológico do Município de Juiz de Fora- MG e artigos relacionados ao tema.
RESULTADOS: Fizeram parte desta revisão: Boletins epidemiológicos e Artigos Bibliográficos que constataram a problemática do aumento dos casos de sífilis devido ao não conhecimento da população sobre a forma de contágio doença , aos seus sintomas inespecíficos e períodos de latência; não notificação; dificuldade de disponibilidade da penicilina na rede pública e não tratamento do(s) parceiro(s) principalmente do sexo masculino.
CONCLUSÃO: Embora exista o CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), ainda há um grande desafio na saúde pública em tornar os números de sífilis menor em todo país e no mundo. É necessário um trabalho social intenso ao que diz respeito ao uso de preservativos, à realização do pré-natal desde o início da gestação e ao acompanhamento do tratamento (em casos de pacientes já portadores), evitando reinfecção.

Métodos Diagnósticos para Meningite Tuberculosa: Uma Revisão Sistemática

Diagnostic Methods for Tuberculous Meningitis: A Systematic Review

Tamires Calaes Oliveira; Patrícia Guedes Garcia

.2019;7(7):1-4 : Artigos de Revisão

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH
INTRODUÇÃO: Meningite tuberculosa (TBM) está associada com elevada taxa de mortalidade e morbidade. O diagnóstico de TBM continua um desafio clínico e tardio, especialmente quando os recursos são limitados. Assim, novos testes que podem ser usados no ponto de atendimento são de extrema importância, principalmente para TBM resistente a medicamentos, que apresenta um resultado sombrio.
OBJETIVO: O objetivo desta revisão sistemática foi verificar, por meio de uma revisão sistematizada, métodos diagnósticos para meningite tuberculosa, demostrando além do padrão ouro o que deve ser observado nos exames e na clinica do paciente.
MÉTODO: Foram analisados estudos publicados entre 2014 e 2019, tendo como referência a base de dados Medline via Pubmed, sendo utilizado na construção da frase de pesquisa o MeSH. Foram estabelecidos os seguintes critérios de inclusão: artigos originais realizados em humanos, na língua inglesa. Como critério de exclusão: intervenções pouco claras, mal descritas ou inadequadas e na forma de resumos. Utilizou-se as seguintes variáveis para a seleção dos estudos: Sintomas dos pacientes e análise dos exames clínicos.
RESULTADO: Fizeram parte desta revisão 5 artigos que se enquadraram nos critérios de inclusão e eram pertinentes ao tema.
CONCLUSÃO: Esta revisão destaca os principais sinais e sintomas iniciais para o diagnostico de TBM, com grande ênfase no estagio neurológico, juntamente com o diagnóstico rápido e claro. Além do padrão ouro já estabelecido do isolamento do Mycobacterium Tuberculosis é necessário à utilização de indicadores como a dosagem do lactato, glicemia e proteínas no liquido cefalorraquidiano (LCR), juntamente com novas técnicas.

Perfil Epidemiológico de Óbitos por Sepse de Idosos em Minas Gerais Utilizando a Base de Dados Datasus

Epidemiological Profile of Sepsis Deaths of Elderly People in Minas Gerais Using the Datasus Database

Livia de Lima Paradelo; Patrícia Guedes Garcia

.2020;8(8):1-5 : Artigos Originais

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH
FUNDAMENTAÇÃO: Sepse é uma síndrome clínica potencialmente fatal e é considerada uma causa importante de morbidade e mortalidade entre indivíduos hospitalizados.
OBJETIVO: Analisar a prevalência de idosos que vieram a óbito por sepse em Minas Gerais de acordo com o sexo, comparar a taxa de mortalidade proporcional à população com os demais estados da região Sudeste, avaliar a média de permanência e valor médio das internações.
MÉTODOS: Os dados foram obtidos, por meio do banco de dados DATASUS, do estado de Minas Gerais e das demais unidades federativas da Região Sudeste no período de 2009-2018. Foram incluídos no estudo população com idade ≥ 60 anos de ambos os sexos que vieram a óbito por sepse.
RESULTADOS: Entre 2009 a 2018, foram totalizados 53.148 óbitos por sepse em Minas Gerais. Destes, 15.734 óbitos (21,43%) foram de indivíduos com idade inferior a 60 anos e 37.394 (46,95%) foram de indivíduos com mais de 60 anos. Dentre os casos notificados de óbitos por sepse em idosos, 18.391 (46,33%) foram do sexo masculino e 19.003 (47,58%) do sexo feminino. São Paulo apresentou maior taxa de mortalidade (56,82%) de acordo com o número total de óbitos notificados nos últimos dez anos na região Sudeste, já o estado do Rio de Janeiro apresentou maior taxa de mortalidade de indivíduos com ≥ 60 anos (72,81%), sendo que os maiores números de letalidade em ambos os casos foram no sexo feminino. A média total de permanência entre 2009 a 2018 variou de 11,7 a 13,8 dias, sendo que o Rio de Janeiro apresentou maior tempo de internação. Minas Gerais foi o estado que apresentou maior valor médio total gasto por internação no período analisado, apresentando cerca de 4.120 reais.
CONCLUSÃO: Minas Gerais teve um aumento significativo de óbitos de idosos por sepse, com predomínio do sexo feminino. As demais unidades federativas quando comparadas ao número total óbitos proporcional à população, apresentaram o mesmo perfil de Minas Gerais. A média total de permanência é um fator interligado ao aumento dos custos gerados com as internações por sepse. A região Sudeste apresentou valores semelhantes de gastos com estudos realizados em outras localidades.

Interferência do Jejum no Perfil Lipídico: Uma Revisão Sistemática

Fast Interference in Lipid Profile: A Systematic Review

Letícia Pereira Dias Arruda; Patrícia Guedes Garcia

.2020;8(8):1-5 : Artigos de Revisão

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH
OBJETIVOS: Avaliar criticamente, através de uma cuidadosa revisão da literatura cientifica, se existem diferenças significativas na dosagem do perfil lipídico em amostras de sangue coletadas com e sem jejum.
MÉTODO: Foram analisados estudos publicados originalmente na língua inglesa e indexados nos últimos 5 anos. Os critérios de inclusão e exclusão foram aplicados livre e independentemente por um revisor, que julgou os estudos selecionados a partir dos pontos levantados em cada item exposto (tabela 1).
RESULTADOS: Fizeram parte do escopo desta revisão 5 estudos, que preencheram os critérios de seleção. Os estudos utilizados foram analisados quanto aos valores de colesterol total, lipoproteínas de alta densidade (HDL), lipoproteínas de baixa densidade (LDL) e triglicerídeos dosados nos estados de jejum e sem jejum. Nos estudos analisados o HDL e colesterol total mantiveram-se constantes, o LDL apresentou diminuição na concentração e os triglicerídeos apresentou aumento na concentração entre o estado de jejum e o estado sem jejum.
CONCLUSÃO: Esta revisão confirma a premissa apresentada por diretrizes e consensos mundiais recentes sobre a não obrigatoriedade do jejum para a realização do perfil lipídico, tendo em vista que não foram encontradas diferenças significativas entre as dosagens realizadas com jejum e sem jejum, e mesmo para os parâmetros que apresentaram alguma divergência, esta não implica em alterações clínicas relevantes, sendo necessário apenas realizar um pequeno ajuste nos valores de referência para o estado sem jejum.

Prevalência de Infecções por Neisseria Gonorrhoeae em Gestantes: Uma Revisão Sistemática

Prevalence of Neisseria Gonorrhoae Infections in Pregnant Women: A Systematic Review

Camila Aparecida Coelho Rodrigues; Laryssa de Oliveira; Patrícia Guedes Garcia

.2018;6(6): : Artigos de Revisão

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH
INTRODUÇÃO: As mulheres gravidas constituem um importante grupo de risco para infecções genitais por Neisseria gonorrhoeae. Embora a maioria das infecções sejam assintomáticas podem causar graves sequelas reprodutivas nas mulheres, constituindo um sério problema de saúde pública mundialmente. OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi identificar por meio de uma revisão sistemática a prevalência da infecção por Neisseria gonorrhoeae em gestantes. MÉTODOS: Realizou-se uma revisão sistemática tendo como referência a base de dados MEDLINE (National Library of Medicine) onde a estratégia de busca utilizou as seguintes palavras-chave: (Gonorrhea OR "Neisseria gonorrhoeae Infection" OR "Infection Neisseria gonorrhoeae" OR "Infections Neisseria gonorrhoeae" OR "Neisseria gonorrhoeae Infections") AND Prevalence AND Pregnancy. RESULTADOS: Os estudos analisados envolveram mulheres grávidas em acompanhamento pré-natal de diversos países sendo possível verificar taxas de prevalências altas em estudos envolvendo Papua Nova Guiné onde as taxas de infecção chegaram à 14,2%. Este estudo apontou que a prevalência de Neisseria gonorrhoeae é maior entre as mulheres negra com idade igual ou inferior a 25 anos e está diretamente relacionada a fatores sociodemográficos, educacionais, culturais e a desigualdade entre homens e mulheres. CONCLUSÃO: Há necessidade de implantação de medidas para identificação e prevenção de N. gonorrhoeae durante a gestação assim como mudanças culturais e estruturais para que possa haver igualdade de direito entre homens e mulheres.

Prevalência de Micro-Organismos Isolados em Amostras de Hemoculturas de Pacientes de Um Hospital Privado De Juiz de Fora - Mg

Prevalence of Microorganisms Isolated in Blood Cultures Samples from Patients from a Private Hospital in Juiz de Fora, Minas Gerais

Mayara Silveira Leal, Patrícia Ganimi Tavella, Patrícia Guedes Garcia

.2019;7(7):1-8 : Artigos Originais

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH
OBJETIVOS: Avaliar a prevalência de micro-organismos isolados de amostras de hemoculturas provenientes das Unidades de Terapia Intensiva; Definir o perfil de suscetibilidade aos antimicrobianos das cepas bacterianas isoladas.
MÉTODOS: Foram coletados dados de todas as hemoculturas positivas das UTI's Adulto, Neonatal e UC de um hospital privado, em Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil, de janeiro de 2017 a janeiro de 2019.
RESULTADOS: Foram encontradas 3536 amostras de hemoculturas onde 2464 (69,68%) foram negativas e 1072 (30,32%) positivas para algum micro-organismo. Dentre as amostras positivas, observou-se prevalência entre o sexo masculino (540/50,4%). Os microrganismos prevalentes foram: Staphylococus sp coagulase negativa (55,5%), Klebsiella pneumoniae (7,2%), Staphylococus aureus (5,4%), Serratia marcescens (4,7%), Escherichia coli (3,9%), Acinetobacter baumannii (3,6%), Pseudomonas aeruginosa (2,4%), Bastonetes Gram positivos (2,4%), Candida parapsilosis (2,2%), Enterobacter cloacae (2,0%), Enterococcus faecalis (1,4%) e Candida albicans (1,3%). Dentre as bactérias Gram positivas, a eritromicina, juntamente com a oxacilina, clindamicina e as quinolonas, foram os antimicrobianos que apresentaram maior grau de resistência. Já entre os Gram negativos, as cefalosporinas e quinolonas foram as drogas menos efetivas, apesar de os carbapenêmicos terem apresentado uma resistência importante.
CONCLUSÃO: o presente estudo alerta para o elevado grau de multirresistência aos antimicrobianos das cepas advindas das UTI's e UC, e ao crescente desenvolvimento de espécies coagulase negativas em hemoculturas, demonstrando um cenário atual preocupante e a necessidade de desenvolvimento de novas drogas e novas medidas de controle.

Avaliação da contaminação extrínseca de sabonete líquido utilizado para lavagem das mãos em um hospital filantrópico

Evaluation of extrinsic contamination of liquid soap used for handwashing in a philanthropic hospital

Elisa Alves Cunha; Juliana Alves Vargas; Leandro Oliveira de Morais; Patrícia Guedes Garcia

.2018;6(6):1-5 : Artigos Originais

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH
INTRODUÇÃO: As Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde representam um problema de saúde pública, e são causadas por diversos microrganismos. Como forma de prevenção a de higienizar das mãos se mostra como uma grande medida, porém os sabonetes e anti-sépticos utilizados durante esse processo podem ser um importante veículo de contaminação, que pode ocorrer durante o processo de fabricação ou durante seu uso. OBJETIVO: Avaliar a contaminação extrínseca por bactérias patogênicas de sabonetes líquidos utilizados por profissionais de saúde em um hospital filantrópico. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram coletadas 64 amostras, 32 pushs de dispensação do sabonete, através de Swabs estéreis e 32 sabonetes líquidos. As amostras foram inoculadas em caldo BHI, incubadas por 24/48 horas, em estufa de aerobiose, à 35ºC. Foram repicadas em Ágar MacConkey e Ágar Sangue e incubadas por 24/48 horas, em aerobiose, a 35º ± 1ºC. As colônias presentes nos meios de cultura foram identificadas por provas bioquímicas e fisiológicas e submetidas ao teste de sensibilidade aos antimicrobianos. RESULTADOS: Das 64 amostras coletadas, em 25 (39,06%) houve crescimento de bactérias, sendo 14 (21,87%) pushs de dispensação e 11 (17,19%) em sabonetes, 28 cepas foram identificadas com prevalência de 12 cepas (42,85%) de Acinetobacter spp, 4 (14,28%) de Enterobacter cloacae, 3 (10,72%) de Klebsiella oxytoca, 3 (10,72%) de Pantoea spp., 3 (10,72%) de Pseudomonas spp., 2 (7,14%) de Escherichia coli, e 1 (3,57%) de Klebsiella pneumoniae. CONCLUSÃO: Houve contaminação extrínseca dos sabonetes líquidos por bactérias patogênicas.

Trombocitopenia Aloimune Fetal/Neonatal: Uma Revisão Sistemática

Fetal/Neonatal Alloimmune Thrombocytopenia: A Systematic Review

Julianna Oliveira de Lucas Xavier; Letticya Ribeiro de Almeida Batista; Patricia Guedes Garcia; Ana Paula Ferreira

.2019;7(7):1-6 : Artigos de Revisão

Resumo PDF PORT PDF ENGLISH
INTRODUÇÃO: A trombocitopenia aloimune fetal e neonatal (FNAIT) é causada por incompatibilidade de antígenos plaquetários entre mãe e feto, que resulta em respostas imunológicas mediadas por anticorpos. O organismo da mãe produz anticorpos contra antígenos plaquetários fetais específicos. Esses anticorpos atravessam a placenta e ligam-se às plaquetas fetais, removendo-as da circulação através do sistema reticuloendotelial.
OBJETIVO: Analisar, por meio de revisão sistemática, os casos de FNAIT para verificar a classe de antígenos plaquetários mais envolvida com a patologia e compreender as medidas preventivas adotadas durante a gestação.
MÉTODO: Foi realizada uma busca de artigos científicos dos últimos 10 anos. A base de dados utilizada foi o PubMed, sendo os descritores “Thrombocytopenia, Neonatal Alloimmune” e “Clinical Laboratory Techniques” determinados pelo MesH (Medical Subject Headings). Foram aplicados critérios de inclusão com base na data de publicação, espécie e idioma. Os artigos considerados não relevantes e estudos do tipo “Relatos de Caso” foram excluídos.
RESULTADOS: Foram selecionados para fazer parte do escopo desta revisão 7 artigos, que apontaram as incompatibilidades envolvendo o HPA-1a como as principais responsáveis pelos quadros de FNAIT. Com relação aos tratamentos pré-natais oferecidos às gestantes, observou-se uma variabilidade nas estratégias terapêuticas, mas o emprego da imunoglobulina intravenosa associada ou não à corticosteróides têm se mostrado eficaz para a prevenção de hemorragia intracraniana e óbitos de fetos/neonatos.
CONCLUSÃO: Os casos de FNAIT, apesar de raros, são graves e mostraram-se de difícil diagnóstico e manejo clínico. Portanto, há necessidade de desenvolvimento contínuo de novos estudos que auxiliem no diagnóstico e na padronização de métodos preventivos.

Logo GN1